in

Como The Last of Us HBO pode ter várias histórias paralelas, dublês e bastante efeitos especiais

Um grande show cinematográfico de TV.

Calgary - John Sur (sob a licença Unsplash)

A adaptação baseada no jogo de sucesso da Naughty Dog para consoles PlayStation, está em andamento, e elas podem ter se intensificado nos últimos dias de forma simultânea por toda a província canadense de Alberta. Com isso, embora a trama seja centrada na história de Ellie (Bella Ramsey) e Joel (Pedro Pascal), mas supostamente, no começo da temporada, na vida de Sarah (Nico Parker), a série de TV de The Last of Us da HBO pode ter várias histórias paralelas com o objetivo de preencher os espaços necessários deixados pelos acontecimentos principais que serão contados no show.

Isso significa que muitos eventos podem não precisar do elenco principal e já anunciado, o que é bem óbvio. Novos atores locais e personagens devem compor essas alternâncias de narrativas. Muitos dublês também estão envolvidos, de acordo com relatos sobre aviões, perserguições, engarrafamentos de trânsito, prédios sendo destruídos, casas incendiadas e atacadas por infectados, o que fazem desses acontecimentos terem suas próprias características em paralelo à trama principal.

Os flashbacks também devem ser aplicados no live action, como aconteceu intensamente no segundo jogo coescrito por Neil Druckmann. Tudo pode ser feito para garantir o preenchimento de supostos 50 minutos por episódio, de uma temporada com 10 confirmado por Craig Mazin.

Os efeitos especiais vêm como de praxe para fazer dessas belas cidades e paisagens um mundo pós-apocalíptico crível. Em um relato de uma moradora, uma casa estaria sob uma tela verde, em outra, uma azul, o famoso chrome key, técnica usada para ganhar efeitos visuais quase que mágicos do cinema na pós-produção, incluindo lugares que são filmados à luz do dia e podem facilmente se tornar noite. Em nenhum momento até agora, nesses lugares, o elenco principal conseguiu ser fotografado. A HBO está fazendo de tudo para proteger os locais de gravações de olhares curiosos, o que também deixa explícito a ausência deles em gravações de muitas cenas perigosas e externas.

Há um grande cenário fechado nos arredores do centro de Calgary, onde supõe-se que é onde estão filmando cenas envolvendo uma zona de quarentena do jogo e talvez sirva também para ambientar o início da jornada dos personagens. Em paralelo, supostamente, aconteceram gravações em escolas, igreja e prédios, de Fort Macleod à High River e ancorando especialmente em Calgay, o QG da produção.

A maior produção televisiva da história do Canadá com orçamento milionário é estimada para estrear em 2022. Diretores renomados e premiados vão conduzir os episódios de uma adaptação que promete ser fiel a IP de jogos PlayStation até um certo ponto. Será que The Last of Us HBO vai superar Game of Thrones e The Walking Dead?

The Last of Us HBO: personagens, descrições e episódios

Mais >>>



Qries

APOIE: catarse.me/projetosurvivor