in

The Last of Us Part II: Meta da Naughty Dog é deixar os fãs orgulhosos

Programado para ser lançado no dia 7 de maio de 2013, The Last of Us chegou ao PS3 apenas no dia 14 de junho. Na época, a Naughty Dog adiou a estreia do seu exclusivo pós-apocalíptico, para ter mais tempo de poli-lo e deixá-lo no nível dos seus padrões de qualidade.

Como uma equipe, nos orgulhamos em estabelecer uma qualidade muito alta para todos os aspectos de nossos jogos – jogabilidade, história, arte, design, tecnologia e muito mais. Queremos ter a certeza de que The Last of Us eleve ainda mais esse nível – para nós e, mais importante, para nossos fãs .

Quando entramos na fase final de desenvolvimento de The Last of Us, percebemos o quão massiva é a jornada de Joel e Ellie. Mas, em vez de cortar custos ou comprometer nossa visão, chegamos à difícil decisão de que o jogo merecia algumas semanas extras para garantir que todos os detalhes de The Last of Us atendam aos altos padrões internos da Naughty Dog.

O grande dia chegou e o game que já era bastante esperado fez jus ao tema e superou as expectativas, conquistando a comunidade Playstation e entusiastas. Com o tempo vieram DLCs para o single player e multiplayer, milhares de críticas positivas, uma versão remasterizada e diversos prêmios.

Quase 7 anos depois, aqui estamos nós, ansiosos pela continuação da jornada dos nossos personagens favoritos e o retorno ao nosso universo favorito, e a história parece se repetir. The Last of Us Part II, que chegaria às lojas em 21 de fevereiro de 2020,  também foi adiado e será lançado apenas no dia 29 de maio. O motivo? o mesmo, entregar a melhor experiência e não desapontar os fãs, nunca. Relembre.

…foi nas últimas semanas, quando estávamos fechando as seções do jogo, que percebemos que simplesmente não tínhamos tempo suficiente para elevar o jogo inteiro a um nível de polimento que chamaríamos de qualidade da Naughty Dog. Nesse ponto, nos deparamos com duas opções: comprometer partes do jogo ou obter mais tempo. Ficamos com a última, e esta nova data de lançamento nos permite terminar tudo com o nosso nível de satisfação, além de reduzir o estresse na equipe.

Disse, Neil Druckmann.

Ontem, no twitter, o diretor, escritor e vice-presidente da desenvolvedora agradeceu aos jogadores por terem eleito The Last of Us como jogo da década e prometeu que vão continuar comprometidos em fazer dos seus jogos cada vez melhores.

Aqui está o trato… vocês continuam sendo fãs incríveis e vamos continuar trabalhando duro para criar ótimos jogos que os deixam orgulhosos.