in

The Last of Us Part II é emocionalmente desafiador, reforça diretor


O lançamento de um dos jogos mais esperados dos últimos anos se aproxima. The Last of Us Part II será lançado em 19 de junho, e em entrevista ao  Entertainment Weekly por telefoneo diretor, escritor, vice-presidente da Naughty Dog e co-criador da obra, Neil Druckmann, reforçou o que podemos esperar.

Criamos um jogo muito ambicioso, tanto em seu escopo quanto em seus temas. Criamos um jogo que, às vezes, tem momentos realmente alegres e sequências completas que são emocionalmente desafiadoras e acreditamos que provocará interessantes conversas filosóficas sobre o ciclo de violência e justiça e tribalismo e trauma, coisas que são muito relevantes para o  mundo em que vivemos.

Também durante a conversa o dog falou sobre a série de TV da HBO, como partir de um jogo para trabalhar na série de TV significava pensar em como comunicar as idéias da história de uma maneira diferente, sendo isso um desafio interessante.

Ao remover a interatividade da história, como torná-la única para esse outro meio? É um desafio interessante e acho que há muito a aprender com isso mais especificamente com a série, eu conheci Craig Mazin, sou um grande fã de Chernobyl, e para encontrar alguém que seja igualmente fã do trabalho que fizemos… Craig tinha idéias sobre como adaptar o programa, tornou-se intrigante trabalhar com outro criativo que eu admiro. 

Embora o inicio de sua produção esteja estimada para começar em breve, a série não tem data para estrear. Troy Baker, ator de Joel nos jogos, espera que o ator escolhido para fazer o papel do personagem no live-action seja bom e inove, e a atriz Kaitlyn Dever disse que adoraria ser Ellie.