in

The Last of Us abriu portas e serviu de inspiração para A Plague Tale: Innocence, revela diretor


Desenvolvido pela Asobo Studio, A Plague Tale: Innocence será lançado no dia 14 de maio de 2019 para PS4 e em entrevista ao PlayStationLifeStyle, o diretor criativo do game, David Dedeine, revelou que The Last of Us, desenvolvido pela Naughty Dog e publicado pela Sony, serviu de inspiração, pois abriu portas para que as publishers acreditassem em experiências fortemente focadas na narrativa.

Eu estaria [mentindo] se não mencionasse The Last of Us, obviamente. É um jogo tão bom, mas é estranho afirmar que fizemos a mesma coisa. E esse não é o caso – nós queríamos fazer algo diferente. O que eu gostaria de dizer sobre o The Last of Us é que gosto da maneira como abriu as portas até mesmo para o mundo editorial. Porque é esse tipo de experiência que – não tenho certeza se teríamos encontrado uma editora como a Focus Home Interactive para criar esse tipo de experiência. Se não fosse por [ The Last of Us ] demonstrando que é possível ter uma experiência muito narrativa. Ou pelo menos, [com] esta relação muito forte sem um final [necessariamente] feliz.

A Plague Tale: Innocence é sobre a jornada de dois irmãos que lutam para sobreviver em meio a peste que se alastra pela França no ano de 1349 enquanto são perseguidos através de aldeias dizimadas pela doença.