in

Série de TV de The Last of Us na HBO terá diretor de Breaking Bad e Chernobyl

LOS ANGELES, CALIFORNIA - SEPTEMBER 22: Johan Renck accepts the Outstanding Directing for a Limited Series, Movie, or Dramatic Special for 'Chernobyl' onstage during the 71st Emmy Awards at Microsoft Theater on September 22, 2019 in Los Angeles, California. (Photo by Kevin Winter/Getty Images)


 Estimada para ser iniciada após o lançamento de The Last of Us Part II, a produção da série de TV da HBO baseada no jogo da Naughty Dog, que será escrita também por Neil Druckmann e Craig Mazin (Chernobyl), contará com a direção de Johan Renck, que já dirigiu 3 episódios de Breaking Bad de Vince Gilligan, e também Chernobyl. O cineasta também já comandou a direção de Bates Motel e Vikings, além de videoclipes de David Bowie, BeyoncéMadonnaA história será sobre a jornada inicial de Joel e Ellie e também terá a trilha sonora de Gustavo Santaolalla.

Em uma entrevista exclusiva para o DiscussingFilm, Renck comentou sobre o status do projeto, sua parceria com Mazin e se vai colaborar com o live-action.

Eu sou um produtor executivo e apegado a ele. É uma série de TV em andamento. Portanto, isso não é algo que poderei levar a esse ponto, mas sou parte dessa série e dirigirei pelo menos o piloto. Então veremos como isso vai adiante. Quero dizer, tanto Craig quanto eu, estamos trabalhando um com o outro novamente e trabalharemos um com o outro em outras coisas porque gostamos um do outro.

Falando sobre as semelhanças e diferenças entre adaptar personagens históricos e pré-existentes, disse:

…com The Last of Us , isso é algo que estamos discutindo. Recebemos ligações semanais, Craig e eu e também Neil [Druckmann], que criou o jogo, sobre várias abordagens e como lidar com isso. Como lidar com o fato de que um personagem de videogame está muito além de um personagem de um livro. Mas também é mais diferente de lidar do que uma pessoa real. Por exemplo, Valery Legasov, de Chernobyl, porque ninguém nunca tinha visto ou ouvido falar dele, não era essencial honrar nada disso. Estou sendo breve, porque é claro que queríamos retratá-lo o mais fiel possível à realidade. Por outro lado, não havia ideias pré-concebidas. Com algo como The Last of Us, será uma história muito diferente. Isso é algo sobre o qual passamos muito tempo conversando aqui e nos estágios iniciais de desenvolvimento desse processo. Há muitas coisas a serem levadas em consideração e muitas decisões e escolhas a serem tomadas de várias maneiras, sem dizer mais nada sobre isso.

Em um dos episódios de The Last of Us INSIDE, falamos sobre o que esperar da série. Todas as novidades sobre a adaptação você confere clicando aqui.