in

Lançamento digital de The Last of Us 2 pode não acontecer porque edições físicas podem representar 60% das vendas

Sem nova data de lançamento definida, a Sony está fazendo o reembolso automático de todas as pré-compras da versão digital de The Last of Us Part II para PS4 feitas na Playstation Store, e a probabilidade de um lançamento apenas digital pode estar descartada.

No final da semana passada, depois do adiamento do jogo por conta da pandemia, Neil Druckmann disse que apesar de estarem discutindo diferentes maneiras de levar o jogo à todos o mais rápido possível, um lançamento exclusivamente digital precisaria de uma infraestrutura adequada, e que a Naughty Dog gostaria de proporcionar uma boa experiência para todos os jogadores, sem deixar ninguém de fora.

Com o risco à saúde pública, o mundo inteiro foi forçado a entrar em quarentena e isolamento social, o que inclui os funcionários da desenvolvedora, mas um dos principais motivos do adiamento de The Last of Us 2 foi pela questão logística, que além das lojas estarem de portas fechadas, as fábricas de distribuição também estão limitadas de fabricarem as tradicionais edições físicas.

Esperar ou se adaptar ao problema?

Muitos jogadores estão pedindo nas redes sociais que a Naughty Dog e a Sony façam no dia 29 de maio, um lançamento mundial em formato digital, mas de acordo com o VG247, Chris Dring, do GamesIndustry, acredita que isso impactaria as vendas e seria uma grande perda econômica para a publisher, por se tratar de um jogo tão aguardado e popular como o de Joel e Ellie.

O mercado de jogos físicos, em geral, ainda representava cerca de 50% de todas as vendas de jogos triple A em 2019 (dados GSD). De fato, quando se trata de um novo jogo, esse número pode chegar a 60 a 70%. Em alguns casos específicos, ainda mais. A maioria dos novos lançamentos ainda é vendido em caixas.

The Last of Us Parte 2 é o maior lançamento de jogos da PlayStation desde Marvel’s Spider-Man. É compreensível que a Sony queira alcançar o maior grupo de pessoas através de todos os canais de distribuição disponíveis. Perder lojas físicas é um golpe para um grande lançamento desse tipo que quase certamente prejudicará suas vendas.

As lojas online que comercializam as cópias físicas como a Amazon, estão notificando os compradores sobre o prazo indefinido de lançamento e envio, colocando-se à disposição para esclarecimentos de dúvidas e cancelamentos.

Estima-se meses para que essa situação fique próxima da normalidade.