in

“Eu faria tudo de novo” diz diretor sobre The Last of Us Part II


***Antes de prosseguir lendo esse texto, se você ainda não jogou ou concluiu The Last of Us Part II, saiba que ele contém informações, spoilers que certamente comprometerão sua experiência.

A história de The Last of Us Part II dividiu muita gente, o adeus a um dos personagens mais emblemáticos de uma geração foi sentido com muita tristeza por muitos fãs.

Neil Druckmann, diretor e escritor da obra da Naughty Dog, tem sido bastante elogiado e criticado em suas redes sociais. O dog nos últimos dias compartilhou com seus seguidores no twitter algumas das publicações que recebe, onde uma parcela de pessoas mais radicais enfurecidas, o bombardeiam de ofensas.

Você pode amar ou odiar o jogo e compartilhar seus pensamentos sobre ele. Infelizmente, muitas das mensagens que recebo são vis, odiosas e violentas. Aqui estão apenas alguns deles (pense que é importante expor.) Aviso de gatilho: transfóbico, homofóbico, anti-semita, etc.

You can love or hate the game and share your thoughts about it. Unfortunately too many of the messages I've been getting are vile, hateful, & violent. Here are just a handful of them (feel it's important to expose.) Trigger Warning: transphobic, homophobic, anti-Semitic, etc. pic.twitter.com/uR9vpGgYQa

— Neil Druckmann (@Neil_Druckmann) July 5, 2020


Em seguida agradeceu quem tem o apoiado e fez referência a frase de Joel.

Obrigado por todas as incríveis palavras de apoio. Apenas saiba que, apesar de tudo isso, se de alguma forma o senhor me desse uma segunda chance de fazer este jogo, eu faria tudo de novo.

Thanks for all the incredible words of support. Just know, that despite all this, if somehow the lord gave me a second chance at making this game, I’d do it all over again.

Onto more positive things. Like burrito appreciation threads.
❤️

— Neil Druckmann (@Neil_Druckmann) July 6, 2020