in

Data de lançamento de The Last of Us Part II permanece inalterada, mas Sony ainda avalia impacto da pandemia


Em comunicado de imprensa, a Sony, dona da plataforma Playstation, fez uma declaração sobre o impacto da disseminação do novo coronavírus em seus negócios, em seus funcionários e vítimas da doença.

A Sony estende suas condolências às famílias daqueles que faleceram como resultado da doença de coronavírus 2019 (COVID-19) e estende suas simpatias a todos aqueles que foram infectados. O Grupo Sony tem como foco principal garantir a segurança de seus funcionários e familiares, bem como de seus clientes e de outras partes interessadas, além de impedir a propagação adicional do vírus. A Sony também está se esforçando para atender às necessidades da sociedade e de seus clientes da melhor maneira possível e minimizar o impacto do vírus em seus negócios. Para atingir esses objetivos, a Sony está trabalhando para coletar informações e executar rapidamente as ações necessárias.

A companhia também diz que seguiu as recomendações do governo e fechou uma parte de seus escritórios, principalmente na Europa e nos EUA, onde os funcionários estão agora trabalhando em casa, além dos escritórios no Japão e em outras áreas, excluindo um pequeno número de funcionários essenciais. Fábricas localizadas na China e Malásia também foram fechadas, mas as operações estão voltando ou voltarão na medida do possível.

Ela acrescenta que seus negócios foram impactados por fatores como restrições ao movimento de pessoas através das fronteiras nacionais, dificultando o envio de engenheiros à Sony para centros de fabricação como a China e países do sudeste da Ásia com o objetivo de ajudar no lançamento de novos produtos ou fornecer instruções sobre fabricação.

Nos Estados Unidos, que  nos últimos dias se tornou o epicentro do coronavírus, o isolamento social está sendo essencial no combate à doença, e é de lá que a Naughty Dog, desenvolvedora de The Last of Us Part II, pretende concluir e lançar o jogo no dia 29 de maio para PS4.

A data de lançamento permanece inalterada, mas o grupo Sony ainda avalia impacto da pandemia.

Segmento de jogos e serviços de rede

  • A Sony estima que não haverá impacto material sobre esses negócios no atual ano fiscal.
  • Embora nenhum problema tenha surgido até agora, a Sony está monitorando cuidadosamente o risco de atrasos nos cronogramas de produção de títulos de software para jogos, tanto em estúdios primários quanto em estúdios parceiros, principalmente na Europa e nos EUA.

Segmento de produtos e soluções em eletrônicos

  • Além da paralisação das fábricas da Sony na Malásia, o fluxo de recursos de fornecedores na Ásia tornou-se instável, tendo um amplo impacto na fabricação de produtos nesse segmento.
  • As vendas dos produtos da Sony também estão sendo afetadas por bloqueios em todo o mundo e pelo fechamento de lojas.