in

Com Druckmann focado na série de TV de The Last of Us, Naughty Dog se abstém de revelar novidades

Apesar de seu útimo jogo ter ganhado vida há pouco mais de um ano, jogadores clamam nas redes da desenvolvedora.

Embora na maioria das vezes o silêncio da Naughty Dog sobre seus novos jogos signifique que a desenvolvedora PlayStation esteja trabalhando em algo que vai valer a espera dos fãs, a maioria dos jogadores de seus títulos, o que inclui The Last of Us, anseiam por novidades.

Há mais de um ano o estúdio lançou The Last of Us Part II. O jogo dedicado ao single player, venceu mais de 300 prêmios como “Jogo do Ano”, mas a ausência do multiplayer “Facções” fez com que a comunidade passasse a clamar com frequência nas redes sociais da desenvolvedora, pelo lançamento do modo online em forma de atualização. Neil Druckmann disse que estavam trabalhando em “várias coisas legais”, e rumores baseados em informações de vagas de emprego, apontam para o desenvolvimento de um jogo online massivo e autonômo. Outro, diz que eles almejam lançar também um remake para o PS5 da primeira parte de The Last of Us.

O fato é que ele é atualmente copresidente da Naughty Dog – também diretor criativo e escritor, ao lado de Evan Wells, e nesse momento está envolvido nas filmagens da série da HBO no Canadá, como produtor executivo e coescritor. Há alguns meses, disse ter escrito o esboço junto a Hailie Gross, também escritora, do que poderia ser a Part III da franquia de jogo, e disse esperar que um dia seja lançado. A última novidade envolvendo um dos games mais populares da desenvolvedora, foi a adição do modo Grounded (Punitivo) com permadeath e outras customizações. Um trailer surpresa sobre a jornada emocional de Abby foi lançado e deixou em aberto a hipótese de eles estarem testando a recepção do público sobre uma possível expansão da personagem, seguido da promessa do lançamento de um novo vídeo com “um gameplay único de Abby, mostrando seu treinamento, equipamento e habilidades que diferem dos de Ellie”. Isso não aconteceu.

A série de TV da HBO é bastante esperada, não só pela maioria dos fãs, como pelas pessoas que não são adeptas dos videogames. Da mesma forma, há uma parcela oposta, que não assiste TV ou séries. Um impasse. Apesar de seu último projeto ter ganhado vida há pouco mais de um ano, é tempo o bastante para a cobrança de novidades pelos jogadores.

Relacionados



Qries

APOIE: catarse.me/projetosurvivor